RSS

..:Sobre mim

 

 

 

Hum… o que eu poderia dizer sobre mim… bom, meu nome é Alexandre, sou lindo e muito fofo! Comecei a tatuar em meados de 1995 por causa de alguns amigos. Na época eles se tatuaram com um tatuador conhecido como ”Bolinho” que trabalha aqui perto. Eu nem ligava pra tatuagem, nem pensava em fazer nada no meu corpo. E na época as tatuagens que a gente encontrava por aí eram ridículas hahahaha! Então eu vi as tatuagens dos meus amigos, achei até legais e resolvi fazer uma também, eu sempre gostei de caveiras, desenhos macabros, então fiz uma caveira no braço. E enquanto ele tatuava , eu observava o procedimento, e pensava… Ah isso eu acho que também posso fazer, não parece ser tão difícil!!

 

Eu sempre fui autodidata, então resolvi entrar nesse mundo colorido da tatuagem e aprender sozinho. A maioria dos tatuadores mais antigos aprenderam sozinhos, não era fácil encontrar alguem disposto a ensinar, não tinha cursos de tatuagem como hoje em dia. Eu também não tinha internet pra facilitar minha vida. Até material de tatuagem era difícil de encontrar a venda e quando encontrava os preços eram absurdos.

 

A primeira máquina que tive, eu mesmo fabriquei com motor de secador, uma máquina rotativa bem tecnológica hohoho! As famosas máquininhas caseiras. Hoje em dia essas máquininhas caseiras evoluiram bastante, uma máquina rotativa Dragonfly você encontra por míseros R$1800,00. A máquina que montei ficou bem legal, não fiz como todo mundo fazia, com motor de carrinho, tubo de caneta e colher amassada. Eu fiz com um motor melhor, e com peças de aço desmontáveis pra facilitar a limpeza. Sempre fui um ótimo inventor, a maquina ficou legal. Depois veio o outro problema… E a tinta?? Eu então fui no tatuador e comprei um pouco de tinta com ele, paguei caro nuns 10ml hahahaha! As agulhas eu comprava dessas de costura das mais fininhas, depois soldava imitando as agulhas que o tatuador tinha me dado quando terminou minha tattoo. Ele me deu uma agulha de traço com 3 pontas e uma de pintura com 15 pontas que usou na minha tatuagem. Elas me serviram de exemplo para soldar outra iguais. A primeira tatuagem fiz em mim mesmo, um pequeno rato na minha perna. Ficou muito feio, mas para a primeira tatuagem de teste ficou muito bom. Só que eu achava as agulhas de costura muito grossas e passei a fabricar também as agulhas com cordas de guitarra. Foi a melhor coisa que eu fiz, os traços ficaram mais finos. Foi uma fase de muitos testes, pra acertar a máquina e agulhas. Resolvi então fazer outra tatuagem com o mesmo tatuador, fui lá e fiz mais uma caveira no braço na parte de trás, juntando com a primeira. Comentei com o tatuador que eu tinha inventado uma máquina e que iria tentar tatuar também, ele riu, disse que era muito dificil. Mas como eu sou fofo, não ligo pra nada que me digam tentando me desanimar, eu continuo a nadar…

 

Então fiz a tatuagem com ele, e dessa vez observei com muito mais atenção o procedimento e os materiais que ele usava. Eu não perguntava nada, ficava como uma coruja… ela não fala nada, mas presta uma atenção danada!  Aprendi algumas coisas nisso e descartei outras, claro que como sou fofo, tem  coisas que olho e vejo que está errado ou que não vejo a importância daquilo. Ah uma delas foi a velha história de comidas ”remosas”, quando acabei de fazer a tatuagem, ele disse pra eu não comer isso e aquilo… eu fofo como sempre: POR QUÊ?????  ele me deu uma explicação sem fundamento que desconsiderei, comi o que eu quis e não deu problema nenhum nas minhas tatuagens.  Depois procurei pesquisar sobre isso, sobre o que acontecia na tatuagem se comesse coisas gordurosas, etc… E vi que como eu já suspeitava que era uma grande besteira e que não havia problema nenhum comida com tatuagem.

 

Comecei a tatuar alguns amigos mais próximos e mais loucos, hohohoho  porque tem que ser louco pra deixar alguém com uma máquina caseira te tatuar sem saber de nada. Ainda bem que sempre tive cuidado e tentava fazer o melhor possível e tentava machucar o mínimo possível as pessoas hahahah! Eu comprava revistas de tatuagem nas bancas, na época tinha a Metalhead Tattoo e algumas importadas. As importadas eram as que eu mais gostava porque tinham as melhores tatuagens, desenhos muito mais difíceis. Eu ficava copiando os desenhos para folhas A4, criando meu catálogo de tattoo. E assim eu fui estudando, olhava as fotos das tatuagens e imaginava como foram feitas, por onde começaram, como pintaram, e tentava fazer igual… e hoje em dia eu vejo que muitas das coisas que eu imaginei eram do jeito que imaginei mesmo, eu estava no caminho certo.

 

Depois que estava um pouquinho mais craque resolvi fazer mais uma tatuagem em mim mesmo… fiz outra caveira na parte interna do meu braço. Imagina só você tatuar o próprio braço e logo na parte interna. Fiquei numa posição bem desconfortável, mas eu gosto de desafios e fui. Foi uma das melhores que fiz na época. Me empolguei e fiz mais 3 caveiras completando a parte da frente do braço, a mais difícil foi perto do ombro, isso tudo com a máquina caseira. Claro que não ficou nenhuma coisa linda e perfeita, mas ficou bom!

 

Um outro problema eram as tintas coloridas, mas eu lendo as revistas vi que muitos começavam usando tintas nanquim, comprei algumas cores e fiz um monte de tatuagens com tinta nanquim, até que comprei minha primeira máquina de tattoo de verdade. Comprei em SP, na Galeria do Rock, num estudio chamado Leprechaus Tattoo, a máquina era usada, o cara me vendeu por R$50,00, só a máquina sem as biqueiras, sem nada. Mas saí de lá todo pimpão. Era uma máquina grande e pesada, como a maioria da época. Tinha batida forte e muito barulhenta. Tenho essa máquina até hoje, mandei dar um banho de ouro nela e ficou supimpa. Abaixo uma foto da minha primeira máquina comprada! hahahaha!

Minha primeira máquina de tattoo!


      Depois que peguei essa máquina, comprei umas biqueiras usadas, fabriquei o pedal, o clip-cord e a fonte e retoquei as tatuagens que eu tinha feito em mim. E assim fui tatuando meus amigos e outras pessoas que ficavam sabendo que eu fazia. Comecei a cobrar pra fazer, cobrava bem baratinho e assim fui arranjando dinheiro pra comprar mais tintas e outros materiais. Mas não era como hoje que toda hora aparece alguém querendo uma tatuagem, ainda mais aqui onde moro. Eu fazia uma hoje e demorava pra aparecer outra… depois foi melhorando.

      E como eu sempre inventava coisas, resolvi desmontar essa máquina para ver como era o funcionamento. Olhei tudo, montei denovo e resolvi montar uma outra máquina. Fiz a primeira máquina de metal, depois fiz uma de alumínio. Abaixo coloquei as fotos dessas máquinas.

1ª máquina que fabriquei com bobinas

2ª máquina que fabriquei – essa foi de alumínio

      Deu muito trabalho fazer as peças dessas máquinas manualmente, mas ficaram até boas, tatuei com elas também, mas depois acabei vendendo as duas pra arranjar dinheiro pra comprar mais material de tattoo.

DEPOIS CONTINUO A HISTÓRIA….. AGORA TÔ CANSADO!!

 

 

21 Responses to “..:Sobre mim”

  1. Claudia disse:

    Ele é o melhor tatuador. Parabénsssss… Adoro seus trabalhos.

  2. Xerelete disse:

    Se cobre filho meu
    Mosquito vai morder
    Vai “meter” com essa gorda na laje

    Dá boa noite pro pai
    Então acorda pra dormir
    E sonha que vai ser pedreiro

    Pra ser pedreiro meu filho
    Precisa ser sensível
    Coisa que tu não é
    Meu Poleguinho

    Cabeça safada de Adriano
    As suas roupas são horríveis
    A sua cabeça é ridícula
    O cabeçona estufada
    Tem medo do “Olho Azul”
    Cabeça safada de Adriano

  3. Polpa disse:

    Eu só sei que sei lá!

  4. Morgana disse:

    Que linda história de vida…parabéns…queria escrever mais coisas, uma coisas fofas até…mas esse fundo preto com essas letrinhas brancas me dão fome e coceira no dedinho do pé!

  5. Chris Martinez disse:

    Parabéns Lê!!!!

  6. Chris Martinez disse:

    Como sempre muito doido! Conheço o Alê ha muitos anos….ele ja me tatuou….e queria que me tatuasse outra vez, porém…o bicho nem vem pra São Paulo…kkkkkkkkkkkkkk mas tudo bem, mesmo assim ainda gosto dele…e das tattoos que ele faz….

  7. Sylmara disse:

    Minha primeira tattoo o Alê estava só comçando.. 10 anos depois ele é feraaaaa!!! Tatua muitooooo!!!!

  8. paula disse:

    aii eu tb to começando agora, hj mesmo comprei uma maquina usada….e fiz 2 cerejas pequenas em uma amiga! me sai ate beem! o que ta pegamdo e os desenhos…nao sei desenhar muito bem entao tiro decalques; sei com o tempo vou melhorar e nao vou desistir desse sonho!!me adiciona no msn ae pra troca ideia..t+++

  9. Marsella disse:

    Onde é o seu studio?
    Procurei no blog e não encontrei!!!

    • Alexandre disse:

      É porque não gosto muito de público e curiosos, tem gente que aparece só pra perturbar, não quer nada e fica enchendo o saco e tomando seu tempo durante muitas horas e no final não quer nada. Por isso que nem trabalho em estúdio, trabalho somente com hora marcada em minha casa mesmo, onde tenho meu mini estúdio. Vou te enviar o endereço para seu email.

  10. tattiana kachvartanian disse:

    Cara vc é muito legal!!!!! hahahaha
    Não posso esquecer que fofo tb hahaha
    Parabéns!

  11. sheila - Bhte /MG disse:

    FOFO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  12. Thaís disse:

    onde é o teu estúdio?
    estou querendo fazer uma tatuagem e estou procurando um tatuador, e gostei muito do que vi aqui no blog!

  13. dudiktavares disse:

    Gostaria do seu endereço por favor!

Leave a Reply

You must be logged in to post a comment.